Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Bom dia, bom dia!!!

Hooray. é sexta-feira! Apesar de isto andar um bocadinho para o enguiçado pois estrafanhei o meu teclado -  Quem me manda entornar café em cima? Quem me manda armar em mecânica e desmontá-lo? - e tive de ir buscar um velho que não foi para o lixo e que trabalha bem, de estar aos espirros (sacanas!), de cair fortes chuvadas de vez em quando, do meu príncipe encantado não vir este fim de semana e de andar cheia de calor (isto não pode ser coisa boa), estou muito bem!
Espero que a vossa sexta-feira também seja excelente! Até já!

Consegui!

 

Hoje foi um dos dias mais ansiados dos últimos tempos. Finalmente tinha chegado o dia da consulta da dietista, na qual depositei muitas esperanças.

 

À hora marcada já eu estava no hospital. Não esperei muito tempo e fui chamada.

Era uma médica jovem. Esteve a ver o meu processo e fez-me algumas perguntas. Eu expliquei-lhe que me tinham feito a proposta do bypass e que eu não o queria fazer. Que estava convicta que ainda não tinha chegado a altura de fazer uma cirurgia tão radical. Que precisava experimentar outras alternativas.

Ela concordou comigo e disse-me que apesar do IMC poder ser um indicador para a cirurgia, eu não tinha o perfil adequado neste momento.

 

Depois pediu para me pesar. Eu já estava à espera de tudo. Estava à espera de ter engordado 10 kg, mesmo estando a fazer dieta, estando a fazer uma série de restrições na minha alimentação e da roupa estar larga. Coloquei-me em cima da balança e fechei os olhos. A médica mexeu na balança para regular o peso e… disse-me o meu peso actual. Abri os olhos incrédula… PERDI PESO!!! Fiquei atordoada de contentamento…! A médica também ficou contente. Pusemo-nos a fazer contas e perdi sabem quanto? Avancem lá valores… não! Não! E não! Ninguém acertou…! Sensivelmente num mês e meio perdi 7 kg!!! Fiquei tão feliz e contente que vocês nem imaginam. E isto com aniversários pelo meio e algumas quebras pequenas que foram necessárias.

 

Passou-me a dieta de reeducação alimentar para eu seguir. Muitas das coisas já eu faço, já são uma rotina minha. Fez-me algumas recomendações e disse-me que neste momento só queria que eu “aprendesse” a comer. O objectivo, neste momento, não era perder peso.

É claro que esta altura é péssima para dietas por causa do Natal e do Ano novo mas ela deu-me vários conselhos. Tive autorização médica para comer docinhos de Natal mas com conta, peso e medida em dias específicos! A ver se a minha amiga LuanaeoMar me manda uma filhós das dela! :P

 

Marcou-me nova consulta para Março do próximo ano e disse-me que queria que eu perdesse 5 kg. Mas eu acho que vou perder mais se seguir tudo direitinho.

Não se deve perder peso rapidamente pois quanto mais depressa se perde, mais depressa se recupera. E a pele precisa de ir ao lugar mas já não tem a elasticidade dos 18 anos.

 

Só vos digo, minhas amigas e amigos, que fiquei exultante. Parece que, afinal, tenho alguma razão em querer recusar o bypass. Vou agarrar-me a esta luz ao fundo do túnel…